sábado, 8 de fevereiro de 2020

O REGRESSO AO CHAMPIONSHIP

Portugal começou hoje da melhor maneira a sua caminhada no regresso ao Championship, prova máxima da Rugby Europe não considerando o Torneio das 6 Nações, batendo a Bélgica por 23-17.

O adversário de hoje tinha que ser vencido, e os Lobos cumpriram sem margem para dúvida, criando uma importante almofada em relação ao lugar da despromoção, que fica assim ocupado pela Bélgica.

Recorde-se que Portugal foi despromovido ao segundo escalão do Campeonato da Europa - para o Rugby Europe Trophy - no final do biénio 2015-2016, sendo substituído precisamente pela Bélgica que venceu no mesmo período, o segundo escalão europeu.

Nessa altura não havia jogo de qualificação (play off) entre o último do escalão principal e o vencedor do escalão secundário pelo que a descida de Portugal foi automática.
Curiosamente a partir da época seguinte foi introduzido o play off, em benefício claro da equipa que disputa o, agora, Championship onde as exigências competitivas são bem maiores, beneficiando à partida a equipa última classificada do escalão principal.
E a subida/descida, passou também a ser disputada anualmente e não de dois em dois anos.

Com essa introdução, Portugal levou três épocas para regressar ao Championship mesmo vencendo o Trophy em todas as vezes em que participou da prova.

Em 2016-2017 Portugal venceu o Trophy, mas perdeu o play-off com a Bélgica - última classificada
do Championship - num jogo disputado na Bélgica com o resultado de 29-18.

O ano seguinte foi muito complicado, com atribuição de derrotas por utilização indevida de jogadores por diversas equipas do Championship, e com isso a Roménia ficou na última posição, tendo Portugal que defrontar os romenos no play-off, tendo perdido por 26-6, na Roménia.

 Finalmente em 2018-2019 a vitória coube a Portugal que foi à Alemanha vencer o play-off por 37-32, e com essa vitória assegurar o regresso ao convívio com o melhor do rugby europeu fora do 6 Nações.

Com esta vitória sobre a Bélgica, Portugal fica para já afastado da ameça de ter que disputar o tal play-off...

Mas ainda é cedo para relaxar... Muita coisa pode acontecer e se Portugal foi beneficiado porque jogou em casa com os belgas, a partir de agora
Portugal pelo contrário joga em casa com a Roménia (nas Caldas da Rainha no próximo sábado) e a Geórgia - jogo que terá lugar em Paris no dia 7 de Março - mas vai ter que ir jogar na Rússia (22 de Fevereiro) e em Espanha na última partida da competição, no dia 15 de Março...

E se o histórico dos jogos com a Bélgica é claramente favorável a Portugal o mesmo não acontece em relação a nenhum dos próximos adversários, como no caso da Roménia a quem apenas vencemos em três ocasiões num total de 24 jogos disputados, ou da Rússia que nos bateu em 15 das 20 vezes em que nos defrontámos.
A última vez que vencemos a Roménia ou a Rússia foi em 2011.
Depois da vergonha que passou com as derrotas por utilização indevida de jogadores, a Roménia procura recuperar a sua posição na tabela do Championship e na época transata ficou na terceira posição, atrás da Geórgia e da Espanha.

No caso da Geórgia com quem jogámos 20 vezes e vencemos apenas em quatro ocasiões (a última em 2005) ainda registámos empates em 2006 e 2009, mas os Lelos estão neste momento uns bons degraus acima da concorrência, sempre na expectativa que o acesso ao 6 Nações passe a ser por mérito desportivo e não por qualquer outro motivo.
O resultado de hoje frente à Roménia (vitória da Geórgia por 41-13) é muito significativo da diferença entre as equipas colocadas nas primeira e terceira posições do Cahmpionship 2019.

Finalmente no dia 15 de Março disputa-se o último encontro de Portugal no Championship 2020 e a tarefa não é nada pequena já que a Espanha assumiu a segunda posição no Europeu de 2019, e venceu este final de semana a Rússia por 31-12 em Sochi, deixando claro que continua a lutar por um lugar de destaque na competição.
A Espanha foi o primeiro adversário de Portugal (em 1935) e das 36 vezes em que as duas equipas ibéricas se encontraram os espanhóis venceram 24 vezes, houve dois empates (um deles em 2013 em Santiago de Compostela) e 10 vitórias lusitanas, a última das quais em Coimbra em 2012 - Portugal apenas venceu fora em três encontros: 1966, 2004 e 2010.
Ou seja, em Espanha, os espanhóis costumam ser os mais fortes...

Mas vamos acreditar que o jogo da próxima semana possa trazer algo de bom para as nossas cores e que pelo contrário, os belgas não tenham sucesso na recepção à Rússia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário, mas não se esqueça de se identificar.